RunCloud – Redirecionar Domínios adicionais com Regras 301 NGINX

Publicado por:

Vitor Faustino

em 30 de setembro de 2020

Hoje vamos conhecer um pouco as Regras do Nginx para Redirecionamentos, e vou te ajudar a Redirecionar Domínios adicionais com Regras NGINX dentro do Painel RunCloud.

Se você possui mais de um domínio apontando para seu servidor, inclusive o “www” saiba que você pode estar gerando conteúdo duplicado.

RunCloud: Domínio Estacionado por padrão

Você já deve saber como é fácil adicionar novos domínios ao seu WebApp no painel do RunCloud, mas o que talvez você não saiba, é que esses domínios são tratados como um “Domínio estacionado”.

Um domínio estacionado é quando dois ou mais domínios respondem pelo mesmo conteúdo, para exemplificar, imagine que você tem como site principal “https://meusite.com” e como proteção da marca e facilidade para o usuário, você registrou e apontou para seu servidor um novo domínio com o endereço “https://meusite.com.br“.

Se não existir regras de redirecionamento para lidar com esses novos domínios, o mesmo conteúdo do site será carregado mantendo a URL que o usuário digitou no navegador, causando assim a duplicidade de conteúdo.

Problema: WordPress e domínios estacionados

Aqui um ponto que muitos acabam deixando passar ao apontar novos domínios para seu site em WordPress.

WordPress respeita o site_url e admin_url definido nas configurações da instalação, e é neste ponto que muitos profissionais acabam deixando de verificar algo importante, será que o 301 realmente está funcionando?

O WordPress, por padrão, será capaz de lidar com o redirecionamento apenas em nível de URL Raiz, ou seja, “meusite.com e meusite.com.br”. Ambos os domínios, quando acessados, serão forçados a exibir a URL definida nas configurações do WordPress.

Mas agora vem a questão, e os diretórios? Faça um teste, abra uma página do seu site como; “https://meusite.com/contato” e troque pelo seu domínio adicional (Se já estiver apontado); “https://meusite.com.br/contato” muito provavelmente essas URLs foram mantidas, comprovando que o 301 não está acontecendo de forma completa.

Redirecionamento 301

De forma resumida, o redirecionamento 301 tem a função de responder uma requisição como “página movida permanentemente”, facilitando também para que os buscadores saibam qual URL analisar e posicionar.

Cenário

Você possuí um ou mais domínios adicionais e deseja que ambos sejam redirecionados para seu domínio principal.

Não existe uma regra padrão que se aplique a todos os casos, e por isso, vou colocar abaixo uma regra bem específica e como configurar no seu painel RunCloud.

Este guia é exclusivo para pilhas sendo executadas em Nginx puro (sem htaccess)

Adicione seus Domínios e SSL

1. Acesse seu WebApp e navegue até “Domain Name”. Você deverá adicionar todos os domínios que deseja, inclusive suas versões www, conforme imagem abaixo:

2. Se for seu caso, Vá em SSL/TLS e instale o SSL para ambos os domínios. Marque a opção HSTS se deseja forçar o HTTPS (Recomendo). Lembre-se, os domínios adicionais e também as versões www devem estar devidamente apontadas para seu servidor antes de solicitar o SSL.

Redirecionamento 301 www e non-www

Definir se seu site será www ou non-www normalmente acontece na criação/desenvolvimento, e este é um redirecionamento que muitas vezes acaba sendo esquecido.

Então, antes de criarmos nossa primeira regra, confirme se o seu site é WWW ou não. Se for um site já existente, recomendo verificar com o tio google qual versão está indexada atualmente, a forma mais simples de verificar isso é pesquisando seu site no google da seguinte maneira:

site:meusite.com.br

1. Navegue para NGINX Config, e clique em “Create Config“. Obs: antes de criarmos as novas regras, certifique-se de que elas não existam na lista.

2. Regras pré-definidas: Para facilitar, o RunCloud já possuí algumas regras que podem ser utilizadas, e www e non-www é uma delas, escolha sua versão preferencial com www ou sem www.

Prontinho, nada mais precisa ser feito! Apenas clique em “Add config” para salvar sua configuração.

Dica Extra

Ainda nas opções pré-definidas, você poderá ver uma opção “WordPress – Block xmlrpc.php” que é um recurso adicional de segurança caso utilize o WordPress e não faça uso do xmlrpc.

Redirecionar Domínios adicionais com 301

1. Crie uma nova Regra em “Create Config” como fizemos nos passos anteriores.

2. Predefined Config (Optional): Mantenho no padrão como “I want to write my own config”

3. Type: Selecione a opção: location.main-before

4. Config Name: Podemos dar qualquer nome, aqui usaremos “redirect” para facilitar a identificação depois.

5. Código: Neste exemplo, estou usando 3 domínios adicionais para redirecionamento, mas você pode reduzir ou ampliar.

Lembre-se de substituir dominio1, dominio2 e dominio3 para seus domínios. O domínio siteprincipal representa o site que receberá todas as solicitações.

Após alterado, basta salvar em “Add config

if ($http_host ~ "^dominio1.net.br$ ^dominio2.com.br$ ^dominio3.com$"){
    rewrite (.*)$ https://siteprincipal.com.br/$1 redirect;
  }
  if ($host = dominio1.net.br) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}
if ($host = dominio2.com.br) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}
if ($host = dominio3.com) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}

Para facilitar, deixarei abaixo o mesmo código para Redirecionar Domínios adicionais porém em versões de 1 e 2 domínios, para facilitar ainda mais o entendimento caso esteja se sentindo perdido.

Para 2 domínios

if ($http_host ~ "^dominio1.net.br$ ^dominio2.com.br$"){
    rewrite (.*)$ https://siteprincipal.com.br/$1 redirect;
  }
  if ($host = dominio1.net.br) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}
if ($host = dominio2.com.br) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}

Para 1 Domínio

if ($http_host ~ "^dominio1.net.br$"){
    rewrite (.*)$ https://siteprincipal.com.br/$1 redirect;
  }
  if ($host = dominio1.net.br) {

return 301 https://siteprincipal.com.br$request_uri;
}

É isso ai! Chegamos ao fim, espero que tenha ficado claro, mesmo de forma resumida, a importância de criar seus redirecionamentos 301.

Me conte o que achou do conteúdo? Seu comentário é muito bem vindo.

Gostou? compartilhe este conteúdo!
Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *