NixStats – Monitore Sites e Servidores

por | 25 out/2017 | Dicas | 0 Comentários

Muitas vezes nosso site pode ficar fora do ar e nem percebermos, quedas de 1 ou 2 minutos quase sempre passam despercebidas para nós, mas em 2 minutos muita conversão pode ser perdida dependendo do volume de acessos do seu site ou aplicação. Imagine a quantidade de conversões perdidas se a sua loja virtual ficar fora do ar? Ou quantos clientes vão reclamar por não estarem recebendo e-mails? Claro que uma falha de poucos minutos esporadicamente pode ser aceitável.
Uptime, traduzido literalmente do inglês como “tempo em atividade”, é a quantidade de tempo que um sistema de computador está ligado e desempenhando atividades computacionais sem descontinuidade deste estado de operação, ou seja, de forma ininterrupta.” Fonte: Wikipedia
Muitos provedores de hospedagem pregam em seu SLA (Acordo de nível de serviço) o tempo de Uptime garantido, muitos até mesmo oferecem reembolsos por tempos de atividade abaixo do prometido. Mas calma, a ferramenta que vou apresentar não é um modo simples e rápido de conseguir reembolsos com seus provedores de hospedagem. Antes de mais nada, leve em consideração que a falha ou queda de um serviço nem sempre está relacionado ao provedor, Link ou Servidor. É necessário avaliar o motivo do DownTime (Queda de Atividade), antes de sair reclamando com seu provedor. Podem ser motivos de DownTime falhas como;
  • Erros de Programação
  • Uso Excessivo do servidor (Processos, Mem, CPU, I/O e etc)
  • Auto-Update da sua aplicação (Exemplo do WordPress)
  • Falha no seu DNS
  • E muito mais…
Manter um histórico dessas falhas, código dos erros e analisar Logs do servidor é uma parte importante para solucionar problemas. Manter um monitoramento efetivo é um processo importante para analise de recursos. Ter estatísticas de recursos do seu servidor é importante para saber quando é a hora de realizar aquele Upgrade básico, afinal queremos o melhor desempenho para nossos clientes ao acessarem nosso site, correto?

Para quem é o NixStats?

Resumidamente… Para todos que possuem algum site, aplicação ou servidor com acesso a internet. Usuários com conhecimento básico de internet podem se beneficiar da ferramenta para monitorar o Uptime dos seus sites, o painel é bem simples e intuitivo. Porem para monitorar Servidor um breve conhecimento de Linux e necessário, e claro possuir acesso total ao servidor Linux que deseja monitorar.

Observações Gerais

Se você possui uma Hospedagem compartilhada ou um site no qual o provedor não ofereça acesso Root (Administrador) ao servidor, a função “Server” não poderá ser utilizada, ou seja, não será possível monitorar recursos do servidor. Mas, todos podem se beneficiar de uma fatia importante na aplicação, o “Monitors” ou seja, a possibilidade de monitorar o Uptime do seu site, com notificações diretas em seu e-mail, e até mesmo uma página personalizada em seu domínio, podendo assim verificar o “Status” dos serviços sem precisar acessar o painel de controle.

O NixStats

Utilizo está maravilhosa ferramenta a pouco mais de 2 anos, desde a sua versão BETA (Apesar de não constar mais em sua home, em “about” ainda existe a menção “BETA”). Ao longo desse tempo a aplicação passou por algumas mudanças visuais e teve diversas inclusões de novos recursos, melhorando mais a cada atualização. Apesar de possuir um campo PAYMENT (pagamento) em seu painel, ao acessar, a mensagem é clara!
“Everything’s for free (for now).” Tudo é grátis (por enquanto).

Interface e suas funcionalidades

Em sua página inicial, não temos muita informação, apenas o Login e algumas informações limitadas sobre “Cadastre-se“, “Termos e Condições“, “Politicas de Privacidade” e um “Sobre Nós“. NixStats Vitor Faustino Após realizar o cadastro e efetuar o login, temos a tela “Dashboard”, onde podemos personalizar módulos que representam o funcionamento de cada item do nosso servidor. Claro que, muitas das funções presentes nessa tela correspondem aos servidores monitorados, dessa forma é necessário que você tenha acesso total ao seu servidor para poder realizar a instalação do agente.

Alerts

Talvez um dos maiores pontos de interesse na ferramenta. No menu superior, acesse a opção “Alerts” Para quem optou por instalar o agente em seu servidor linux, é possível configurar gatilhos de alertas para cada uso excessivo do servidor. Pode ser configurado alertas por uso de CPU, memória, disco, network, I/O entre muitos outros, um recurso extremamente útil para identificar possíveis sobrecargas no servidor. Ainda em “Alerts” temos a opção “Contacts”, opção essa que poderá ser configurada em cada alerta do monitor ou servidor, podendo até mesmo notificar usuários diferentes para cada monitoramento, o cadastro é bem simples. Além da notificação padrão por e-mail, é possível definir outras integrações como:
  • Pushover key
  • PushBullet E-mail
  • Webhook URI
  • HipChat URI
  • Slack Webhook / 

Monitors

Em “Monitors” é possível obter uma visão rápida dos seus dispositivos monitorados, e ao clicar sobre um monitor uma nova pagina será aberta com todos os detalhes e eventos.

Criando um novo monitor

É possível escolher entre 4 protocolos a serem utilizados neste monitoramento, você pode cadastrar mais de uma vez o mesmo domínio/ip utilizando protocolos diferentes.
  • http
  • https
  • tcp
  • ping (ICMP)
No meu caso utilizo com frequência o protocolo HTTPS e ICMP. A vantagem de utilizar o HTTP e o HTTPS é que ele faz uma verificação de conteúdo da página, muito útil para os casos de erro de programação, onde o servidor está operante, mas o site não gerou conteúdo, exemplo para uma página em branco, modo de manutenção ativado, falha na conexão com o banco de dados, erro 500, problemas no .htaccess entre outros. Ou seja, está é a opção que utilizo para monitorar todos os sites de conteúdo, sejam meus ou de clientes. O protocolo ICMP (ping) utilizo com frequência em serviços que não dispõem de interface web para serem monitoradas por HTTP. Utilizo com maior frequência para monitorar IPs de servidores ou hosts como smtp.dominio.com, autodiscover.dominio.com.

Página de Status personalizada

Após cadastrar seus monitores e servidores, uma dica interessante é criar sua própria página personalizada para visualizar recursos em uso do servidor e Uptime dos monitores sem precisar acessar seu painel de controle. Basta acessar o menu “Pages” e clicar em “Add Page” Diversas opções de personalização estão disponíveis, configure da forma que mais lhe agradar. Em “Custom domain name” você deve preencher com seu subdomínio personalizado de acesso, exemplo, “status.meudominio.com.br”, para que esse recurso funcione é preciso adicionar um apontamento do tipo CNAME em sua tabela DNS apontando para statuspage.nixstats.com, que no exemplo acima ficaria: Host: status Tipo: CNAME Valor: statuspage.nixstats.com TTL: Padrão ou 3600 Lembrando que é possível segmentar as páginas, podendo criar uma para cada cliente e adicionando os monitores e servidores que estarão disponíveis para aquela página. Exemplo: cliente1.meudominio.com.br, cliente2, cliente3 e assim por diante. O restante das opções fica a critério de cada um, personalizando ao seu gosto, veja um exemplo de uma página teste criada para esse artigo. Sites e Servidores adicionados a página de monitoramento Visão ampliada do monitoramento do servidor Claro, é uma visão resumida mas muito util, podendo ser acessada de qualquer computador ou smartphone para obter uma visão atualizada de como andam seus uptimes e recursos. Você poderá acessar a qualquer momento o painel de controle e obter métricas muito mais detalhadas;
  • Visualizar os eventos e notificações
  • Recursos de cada item do seu servidor
  • Visualização dinâmica de Uptime de todos os meses
  • E muito mais.
Visão geral de Uptime Ano/Mês Se quiser saber mais e explorar o painel de controle e seus recursos junto comigo, assista o vídeo abaixo, nele faço um passeio completo e explico um pouco mais sobre cada recurso da ferramenta.  

Vídeo